TODAS AS PESSOAS ABAIXO, AINDA QUE ALUNOS REAIS - E ALGUNS AINDA O SÃO, AINDA QUE PAGANTES, O FIZERAM COM QUANTIAS SIMBÓLICAS, A PARTIR DE SUAS POSSIBLIDADES E POR ISSO PERMITIRAM QUE ALGUNS DOS MUITOS DE SEUS SUCESSOS FOSSEM RELATADOS AQUI, MAS TODAS FAZEM PARTE DO GRUPO DE CONTROLE, SEMPRE NECESSÁRIO E PESQUISAS DESSE TEOR - NÃO SÃO, DE MODO ALGUM OS USUÁRIOS PROPRIAMENTE DITOS DO SISTEMA.
      O NOME DOS USUÁRIOS REAIS DO SISTEMA É SEMPRE MANTIDO EM COMPLETO SIGILO, MESMO QUANDO NÃO O PEDEM.
      ESSAS PESSOAS FIZERAM ESSES DEPOIMENTOS VOLUNTARIAMENTE E TEMOS DOCUMENTOS AUTORIZANDO-NOS A PUBLICAR ESSES DEPOIMENTOS E AS
PROVAS QUE ALGUNS TROUXERAM.
      ESSAS PESSOAS FIZERAM CONSULTAS PESSOAIS COM O PROFESSOR. NÃO COLOCAMOS DEPOIMENTOS DE PESSOAS QUE USARAM O PRODUTO "ALMAR - REPROGRAMADOR PESSOAL" POR QUESTÃO DE ÉTICA E  SIGILO. MAS OS RESUILTADOS SÃO OS MESMOS.

    Todos os eventos, acontecimentos e realizações abaixo realizadas e descritas pelos alunos, voluntariamente, foram produzidas pelos alunos a partir de conhecimentos e técnicas ensinadas pelo professor. Em nenhum desses casos houve a participação direta do professor na realização deles - o professor nem estava presente - os alunos conseguiram tudo por si mesmos à distância. O programa não faz medicina, nem psicologia nem advocacia ou qualquer coisa que não ensino (magistério, atualíssimo) ou qualquer outra coisa além de ensinar a realidade e exercitar esses conhecimentos com exercícios especiais que são a reprogramação® e as leituras de programação®. A técnica da Reprogramação® coloca o aluno em posição tal que como que "fala" com seu interior É ELE QUEM DECIDE E DIZ O QUE QUER, SEM NENHUMA INTERFERÊNCIA POSSÍVEL DO PROFESSOR E SEM NENHUMA PARTICIPAÇÃO DELE NESSE INSTANTE - APENAS - o aluno entra em contato com seu interior sem falar, verbalmente, apenas pensando - o professor não tem como interferir nem saber o que o aluno faz, pede, etc. Acima de tudo num programa como esse na rede, onde o professor nem contato físico com o aluno tem! Da mesma forma não há curas mediúnicas nem sobrenaturais nem mágicas, não há a interferências de guias, deuses, entidades, tudo é didática - a transmissão de um conhecimento que, pode ser, por si só espetacular (na medida em que as pessoas comuns não vivem a realidade mas uma fantasia pessoal), conhecer a realidade pode parecer magia ou mentira, mas essas pessoas assinaram documentos sobre isso e declararam que tudo isso aconteceu com elas, usando o sistema, por si mesmos, à distância, nada foi feito pessoalmente. O professor não é agente nem essas pessoas foram pacientes - tudo é apenas fruto de aula e as relizações foram feitas pelos alunos por conta deles próprios. Quaisquer acusações de exercício de outra profissão - que não ocorre aqui, todos esses produtos são legais e o professor tem o direito de realizá-los - serão respondidas com processos de calúnia, difamação, infâmia, lucros cessantes, perdas e danos reais e morais. O programa é didático mas acima de  tudo, em termos de exercícios, processos de arte, música, filosofia - entretenimento e jogo. Que pode ser espetacular! Durante a reprogramação, em certo momento, o aluno comunica-se com seu interior como se estivesse falando com uma divindade mas fala  mesmo com o seu Interior, dentro dele mesmo e pede o que quer. O professor não tem como saber o que o aluno diz ou pede. Só depois o aluno informa se mudou alguma coisa em sua vida como aparece nos depoimentos abaixo. E isso tudo é apenas exercício de aprendizagem - o objetivo maior e único do sistema não são esses eventuais sucessos, que por isso são considerados eventuais - o objetivo é o aluno deixar de viver uma falsa realidade que é prejudicial a ele e ao mundo onde vive. Isso é totalmente legal e não se constitui nada além de magistério e filosofia, arte, jogo, como parte do processo ensino aprendizagem.

    O professor é exatamente isso, um professor, que ensina a mudar o universo paralelo do aluno (e que por isso é terapia holística, porque o aluno muda o universo pessoal e holisticamente, porque muda tudo). O professor não toca nos alunos - muito menos pela internet: não diagnostica, não medica, não analisa mentes, não indica tratamentos ou atitudes, não receita, não faz passes nem operações de tipo algum, não recomenda coisa alguma, apenas ensina filosofia. O sistema não recomenda aos alunos que abandonem o que quer que seja; seja a ciência, seja religião, superstições, mesmo simpatias populares, porque o Interior tem de ter certeza que a pessoa está tentando tudo.  Aliás, o sistema não recomenda coisa alguma, apenas ensina filosofia e a treina.

    Como todo mundo, quando precisa, o professor usa a medicina, a advocacia, etc., como todo mundo.

          Esses usuários gentilmente e gratuitamente se propuseram a relatar suas experiências no uso do sistema. Mas suas experiências no uso do sistema não precisarão ser demonstradas - aliás, nem é recomendado. Você NÃO saberá do sistema por seus amigos e conhecidos, eles, mesmo que usem o sistema, por princípio, não o levarão a você e talvez neguem seu uso. É assim! (Por isso agradecemos aos depoentes o sacrifício de se exporem, publicamente!)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

    Neste site todos os textos foram feitos pelo professor Almar. Ainda que muitos alunos trabalhem com ele, por processos de aprendizagem, como se fossem aprendizes medievais, todo o texto foi escrito em primeira pessoa.     Mesmo em trechos como esses, em que falo do "professor Almar", falo de mim mesmo. Isso tem de ficar claro.