Translate the page:

 

 

PARA USAR O SISTEMA ALMAR REPROGRAMAÇÃO UNIVERSAL,

VOCÊ DEVE ACEITAR AS CONDIÇÕES ABAIXO:

 

                                                                                                         ATENÇÃO:

Isso vale como contrato!  This is a contract

 

CONDIÇÕES DE USO, NÃO USE SEM LER E ACEITAR, SÃO CONDIÇÕES CONTRATUAIS.
SE DECIDIR USAR O PRODUTO ISSO SIGNIFICARÁ, POR CONTRATO, QUE ACEITOU ESSAS CONDIÇÕES
.

    ESSE PRODUTO CONSISTE DE UM SISTEMA DE PSICOTERAPIA HOLÍSTICA E DE FILOSOFIA PROPRIETÁRIA (SOFIA DO PARADOXO®©) SOB FORMA DE  EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO DA APRENDIZAGEM - QUE TÊM O NOME DE FANTASIA DE REPROGRAMAÇÃO PESSOAL®©, VMA®© E LEITURAS DE PROGRAMAÇÃO®©, OFERECIDA ONLINE E MESMO SEM MEIOS FÍSICOS, NESSE CASO POR CONTA E RISCO DO USUÁRIO, SEM NENHUM CONTATO PESSOAL, AO VIVO, COM O PROFESSOR - E NADA MAIS.

    Esse é um produto muito novo, diferente de tudo o que jamais houve no mercado.
    Para a maioria das pessoas desatualizadas das descobertas científicas e filosóficas - mesmo a maioria absoluta das pessoas que constituem a própria comunidade científica, religiosa, tecnológica, etc., parecerá tudo, menos um produto comercial. Mas é!
    Isso acontece porque estamos apresentando um produto muito novo, que tem peculiaridades jamais conhecidas no mercado. Por isso difícil de apresentar - por mais maravilhoso que seja! Por isso, é um produto especial, para pessoas muito especiais. Mas apresentá-lo hoje é como apresentar um avião a jato aos tribunos do Império Romano, há dois mil anos...
    Assim como se alguém tentasse vender celulares durante a Idade Média ou livros na Idade da Pedra.
    Por isso, o programa pode suscitar reações imprevistas nas pessoas emocionais, motivadas pelos mais diversos condicionamentos. Impossível prever. Por isso, ler e aceitar essas condições antes de usar o produto é essencial.

    Arthur Clark disse que uma tecnologia muito nova tende a ser considerada magia - assim como um automóvel na Idade Média levaria seu dono à fogueira...

    Por isso, deve ficar bem claro, que esse programa nada tem a ver com religiões (há usuários de várias crenças, ateus, sacerdotes, etc.) - não tem nada a ver com esoterismo, magia, nova era, não é espírita e nem mesmo espiritualista - é um programa didático, de cunho filosófico, de TI (tecnologia de informação), de TH (terapia holística) - e acima de tudo, um produto comercial como qualquer outro. Nada tem a ver com medicina, psicologia, psicanálise, psiquiatria, nem nutriciologia, farmacologia - não faz medicina, nem age sobre o aluno, que não é, aqui, paciente e nem o programa é agente - o programa ensina a realidade, conforme a filosofia proprietária do sistema, que acontece fora da academia. Entretanto , para funcionar, depende de um ser humano específico (aliás, como todas as aulas!) depende de pagamento personalizado e proporcional aos ganhos do aluno-usuário - por princípio de funcionamento e interno à teoria. Certamente, por tudo isso, é um produto novo, novíssimo, inusitado. Que você não pode perder!

    Produtos novos podem provocar as mais impensáveis reações nas pessoas.
    As primeiras máquinas de costura foram destruídas... pelos alfaiates, que temiam perder seus empregos!!!
    A lei inglesa obrigava os primeiros automóveis a terem uma pessoa correndo na frente deles com uma bandeira vermelha!!!
    A máquina registradora foi inventada no século XVIII e só foi vendida com sucesso por volta da década de 40 e só é usada hoje porque alguns municípios o obrigam. Mas os vendedores que podem, ainda não a usam.
    O presidente da IBM, quando os primeiros computadores pessoais foram feitos, disse que só havia mercado para uns 50, nos Estados Unidos. Aí, a Apple se fez...
    Muita gente, hoje, ainda não usa geladeira e celulares.
    A maior parte das pessoas de mais de 60 anos, principalmente de baixo nível social, têm medo de computadores e tem de ser ajudadas, nos bancos, a usar os caixas eletrônicos.

    Esse lançamento é mais novo e mais radical que tudo isso acima, por isso, mais difícil, ainda, é seu marketing. A maioria das pessoas nem mesmo entende o que se pode fazer com esse programa... mas, um dia, não poderão viver sem ele.

     
    Por isso é tanto necessário explicá-lo tão detalhadamente como se faz nessa página, quanto se faz necessário o aviso abaixo.

    Se você é apenas um  candidato a usuário-aluno interessado, por favor, desculpe a aparente dureza dos textos abaixo mas, hoje, ainda são necessários, infelizmente. Quando o produto adquirir a mesma credibilidade de, digamos, um celular, isso terminará. E tudo isso é para sua proteção.

                                                                                       UMA OBSERVAÇÃO:
    As pessoas que não se interessam pelo produto, como ele é, não devem comprá-lo. Simples assim.

    Mas:
    Para comprar o produto, você deve ler com atenção esse texto inicial, que, por isso, é colocado na primeira página do site (todo o produto só acontece online, em todas as fases - é um produto de internet!), para que você venha a entendê-lo e concordar com ele, contratualmente, para poder usar o programa. Porque esse produto não é como os outros produtos comerciais que existem. Ele tem conotações que o excluem, por exemplo, da ciências acadêmicas positivas materialistas - muito embora muito do que apresente seja descoberta da ciência acadêmica. Porque esse produto ensina que a realidade está além do que os sentidos físicos percebem e a ciência acadêmica objetivista e positivista só aceita o que os sentidos percebem, ou seja, essa parte da academia é positivista - mesmo depois de Einstein e da relatividade, de Werner Heisenberg e o Princípio da Incerteza, da mecânica quântica, da visão holográfica de Pribham e Bohn, depois da neurociência e muito mais.
    Este sistema NÃO é positivista. Isto é, não considera os sentidos físicos a única maneira de observar um fenômeno, muito menos os seres - não por crença, como faz o positivismo, mas por dedução lógica, por demonstração, por experimentação controlada, por uso eficiente. Assim, não pode ser enquadrado na ciência acadêmica, o que não faz, necessariamente, o programa, menos científico.
    Terá de entender, não prometemos resultados, sejam quais forem, ainda que se possa conseguir grandes resultados com o uso do sistema, principalmente na realização dos exercícios (reprogramações). Mas não é isso que se vende com o produto, o que se vende com o produto são aulas de sofia, a nova disciplina que descreve a realidade - e faz isso fora da comunidade acadêmica oficial. Se não aceitar isso, por favor não use o programa. Por princípio, o simples aprender a realidade, pondo em prática a realidade, altera a realidade do aluno, se ele comprir rigorosamente o que se ensina. Isso, basicamente, é a reprogramação pessoal. Imagine alguém cego, surdo, sem braços e pernas, que estivesse num ambiente cheio de perigos, pontas, precipícios, etc. e se alguém lhe ensinasse algo que o fizesse enxergar, ouvir, que lhe desse braços e pernas? Ele assimiria o controle do mundo em que vivesse!

                                                                    CIÊNCIA, SOFIA, CIÊNCIA ACADÊMICA SOCIAL

         A ciência (conhecimento experimental materialista objetivo positivista) acadêmica (que acontece nas universidades e escolas) parte do princípio, enunciado por Auguste Comte, que somente o que percebemos com os sentidos é real. O resto é excluído, como superstição ou religião ou mesmo fraude. O problema com essa afirmação é que, apenas estudando a percepção humana, pode-se ver que é uma osbervação dogmática, parcial, discriminadora e preconceituosa - que considera um conceito a priori (a exclusão do não percebido apenas pelos sentidos), para definir a pura pesquisa. A isenção de pesquisa tem de admitir todas as possibilidades e não excluir grande parte delas por princípio - isso é dogma, preconceito (um conceito antes da experimentação - não há história de Comte haver pesquisado religiões, antigas tradições em profundidade, até porque nunca teve aceso a essas formas) e discriminação pseudo científica, ditatorial e corporativa. Ao excluir o que não pode ser percebido pelos sentidos, Comte criou um mero dogma ou, quem sabe, uma religião (tanto que criou, ao mesmo tempo, a "religião positivista" que, inclusive, tem dois "templos", ativos no Brasil!). Ou uma corporação, apenas. Mas os verdadeiros cientistas - isentos - podem ver isso e corrigi-lo, agora - mas isso não é problema do programa - a referência foi feita apenas porque é comum a afirmação (sem sentido) da não cientificidade do programa e de sua teoria básica, por causa dessa visão preconceituosa do positivismo que, numa penada acabou (teoricamente) com milênios de conhecimento substituindo-o por um outro, precário e limitado. Normalmente não se deveria fazer tais referências num produto comercial puro, mas como tal pode acontecer, ao usuário interessa em aproveitar das maravilhas desse programa, mas tem de ser avisado, para não incorrer em erro e não perder os benefícios do programa, sem necessidade alguma.

    Além de tudo ao menos observador usuário, deve ficar claro que se constitui numa brutal alteração da vida humana, em todos os sentidos, em todos os tempos, superior mesmo a descoberta do fogo, da invenção da roda e quem sabe da escrita - pois, de posse da reprogramação, humanos poderiam ser perfeitos sem essas maravilhas da humanidade...! Porque, se é possível controlar a realidade, tudo muda, tem ermos do que os humanos viveram até hoje! O impacto desse programa será estupendo - ou seja, já É.
    À despeito da funcionalidade e dos enormes benefícios que esse produto pode  ensinar às pessoas, o conhecimento do produto e de seu uso - como acontece com um celular ou um curso de língüas, essas explicações aparentemente agressivas têm de ser feitas.

    Uma afirmação dessas - de Comte, sobre o que não é positivo, isto é, sobre apenas aceitar-se o que os sentidos percebem - já se torna anti-científica, quando elimina, mesmo antes da pesquisa, a priori, qualquer possibilidade de percepção da realidade sem os sentidos. Sabemos, hoje, comprovadamente, que os sentidos NÃO podem dar a realidade. Considerar apenas os sentidos não é ciência. É puro preconceito e nada mais. Não é ciência, de verdade, pois ciência deve primar pela total isenção e, defender, a priori os sentidos, é não científico. Como qualquer idiota pode rapidamente perceber, os sentidos físicos não podem mostrar a realidade e uma outra simples observação pode perceber que é impossível haver uma realidade objetiva (o que coincide com as frases pessoais de Einstein, Aspec, Pribhan, Bohn, Bohr, e outros - que, certamente não ousaram colocar essa observação em suas teses, porque sabiam que elas seriam imediatamente recusadas... e eles colocados de lado, e levados ao ostracismo, como quase aconteceu com Pribham e Bohm. É preciso lembrar que a foto que se considera característica de Einstein é uma careta com a língüa de fora, como se esse magnífico ser humano fosse maluco - como são, verdadeiramente, os que assim o consideram; até hoje, grande parte da comunidade acadêmica ainda não aceita Einstein e procura, de toda a maneira, desmenti-lo...) - tudo por uma questão simples: toda a percepção é apenas interior ao observador e assim, o mundo observado é interior, inerente ao observador e por isso idiossincrático, pessoal, individual, como o são também todas as pesquisas que forem feitas objetivamente.

    Assim, cada ser humano vive em seu universo pessoal paralelo. Não há como fugir disso.

    E, se cada ser humano vive em seu universo pessoal parelelo, é óbvio que essa criação desse universo vem do Interior do indivíduo, como, aliás, Pribham e Bohm mostraram, em 1985. Logicamente, se for possíuvel uma ferramenta que forneça esse contato com o interior da pessoa, está assegurado o controle. Isso é reprogramação pessoal©™®

    Inclusive, esse conhecimento é milenar, praticamente acompanhou a história dos humanos; mas, durante todo esse percurso, a maioria absoluta que se guia pelos sentidos recusou a realidade, sob pretexto exatamente... dos sentidos - aí incluído Comte e a "realidade  científica" que ele dogmatizou. Além do mais, a ciência acadêmica não é o único sistema de conhecimentos do universo. Há outros, mais antigos, melhores, mais eficientes e usados por milhões de pessoas, em todo o mundo. Inclusive esse sistema. E, acima de tudo, não é necessário que um produto comercial esteja vinculado a ela e muito menos que seja aceito, confirmado por ela ou seus participantes, ou teríamos que fechar as igrejas, o islame, a ayurvédica, a acupuntura, a medicina chinesa e tantos outros sistemas solenemente ignorados pela academia e por ela taxados de superstição. Dogma puro. Mas conteúdos dela mesma permitem outras possibilidades científicas, como as desse programa.

    Porque somente se pode pensar assim se não se estudar a percepção humana, em si, como fazemos nesse site (e como muitos fizeram há milênios - mas o Sr. Comte simplesmente não conseguiu entender... ).
    Veja se você, para que não perca por puro dogma esse maravilhoso produto que pode ajudar a salvar sua vida, entende:
 
  Esse link abaixo dá uma rapidíssima visão de uma possível nova ciência que nasce da nova visão transensorial (que pensa não apenas à partir dos sentidos) de mundo, não só quanto a esse programa, mas em termos de sabedoria universal (sofia) e de conhecimento (ciência real). Certamente um site como esse não exaure o assunto, mas pode demonstrar que a visão positivista absoluta é verdadeiramente não científica e muitas vezes mesmo capciosa e insuficiente, a partir mesmo de descobertas da própria academia, a saber a relatividade (que mostra matematicamente - E=MC2 - que a realidade só existe em presença do observador), a mecânica quântica, o princípio da incerteza, a mecânica ondulatória, a visão holográfica de Pribhan e Bohn, a psicanálise, a neurociência, a psicologia social e outras:

                       

ASSIM:

    Se você quer usar esse programa, tem de, por contrato, não usar argumentos da ciência acadêmica positivista materialista para julgar esse sistema -  por favor, não faça isso.
    Só use esse produto se entender o sentido de sofia (a descrição da realidade a partir da observação da realidade não positiva, logicamente, racionalmente, praticamente) e que esse produto usa de conceitos que a ciência acadêmica teima em nem mesmo estudar. Além do fato de que, basicamente, esse produto ensina um sistema de pensamento particular e proprietário, a sofia do paradoxo. Os eventuais sucessos no uso do sistema,  principalmente os declarados nos depoimentos - muitos deles, certamente, um pouco exagerados, pela emoção dos usuários), acontecem apenas por conta e risco dos usuários quando da realização dos exercícios de fixação que, inclusive, não estão, na proposta central do sistema e nem. O único  compromisso do programa com o usuário é a entrega dessa aula em texto na rede ou. A afirmação é que se pode ter resultados maravilhosos e não que se terá esse resultado a não ser por si mesmo, usando a ferramenta corretamente, como a própria teoria prevê, o que só pode ser conseguido pelo próprio usuário em seu  próprio universo paralelo.

    Todos os principais conceitos desse site como "eus" de personalidade, emoção em contraponto a sentimento, etc., a noção de universo paralelo e universo objetivo pessoal, de estrutura da personalidade, etc. são conceitos internos do sistema. Mas esses conceitos, por contrato, você tem de concordar como válidos. Para usar o programa, tem de aceitar isso, por contrato. A simples leitura desse texto e a seguir o uso do programa, já significa uma aceitação contratual desse sistema acima, o que você deverá observar, antes de adquirir o produto.

    Tenho absoluta convicção que essa grande quantidade de informação sobre as condições de uso do sistema podem levar à desconfiança, exatamente de sua integridade e honestidade, mas esse é um problema que todo produto novo traz, principalmente que faz parte de uma visão nova de realidade e de um novo conceito de sofia (veja que não estou usando o termo ciência - no sentido acadêmico do termo - que aqui é considerado limitado e conservador, corporativo e fechado em si mesmo, em todos os sentidos), mas não é possível vender um produto desses, uma novidade tecnológica dessas, sem essas observações minuciosas. Porque, para  que você use o produto, tem de saber perfeitamente como ele é - e como se apresenta. Se permitíssemos que você pudesse acreditar que esse produto se enquadra perfeitamente no seio da comunidade acadêmica, estaríamos fazendo você incorrer em erro.

  Tudo é feito, exclusivamente pelo aluno, a partir da vontade do aluno, do esforço do aluno - pelo aluno. O professor nada faz, apenas ensina uma filosofia proprietária e exercícios (reprogramações e leituras de programação) que, realizadas podem ensinar o aluno a transformar sua realidade. E tudo depende tanto da intensa vontade de o aluno ter o que quer. Assim, não há como o professor saber se o aluno usou de suficiente vontade para realizar ou não os objetivos, mas afirma que eles podem ser alcançados, conforme os requisitos.

 

    O sistema é apenas o ensinamento de alguma coisa da sofia (do paradoxo). Você poderá  aprender mais sobre a sofia, durante o uso do programa, mas podemos adiantar que a sofia é o único sistema que descreve a realidade através da lógica, do raciocínio, com pesquisas exaustivas, internas e externas, usando resultados dessas exaustivas pesquisas de campo objetivas e não objetivas, em sujeitos específicos, demonstrando resultados concretos.

    A sofia* do paradoxo®© traz novas idéias e conceitos, e deverá ser aprendida, mesmo que superficialmente, para melhor controlar seu mundo. Essa a proposta e a base do programa, as reprogramações®© e leituras de programação®© são os exercícios de fixação da aprendizagem.
    A sofia é descrita nas obras do professor Almar, registrada no EDA e na Bilioteca Nacional, com ISBN. Você poderá ter acesso a eles quando estiver no sistema.

                                                                                           AVISOS NECESSÁRIOS

    Esse é um produto comercial, legal e, como tal, protegido pela legislação atual. Patenteado, marcas registradas;
    Almar - empresa tem todos os registros necessários, alvará, etc. (seu nome real é apresentado ao usuário quando ele, antes, identificar-se - o que é totalmente lógico (e legal!), visto à problemática de segurança da internet - o programa é todo na grande rede, para alcançar pessoas de todo o Brasil e todo o mundo. O sistema é totalmente legal e registrado nos órgãos competentes.

                                                                            A IMPORTÂNCIA DO SISTEMA

    Esse sistema, totalmente comercial, consegue o que nenhuma instituição humana conseguiu até hoje, ou seja, permitir a qualquer ser humano produtor de riqueza e produtivo (o que é totalmente justo: quem não produz riqueza não pode, cientificamente, receber algo!), aprender e ser guiado no controle de seu mundo, de sua realidade, de seu corpo (totalmente!) de sua mente, seu mundo (seu universo pessoal paralelo) - ninguém nem instituição alguma no mundo jamais conseguiu sequer aproximar-se disso.
    A pessoa tem de ser produtora de riqueza, pelo simples fato de que, usando a riqueza produzida por outrem, seu Interior não responderá, porque saberá que não houve sacrifício por parte dela mas do outro. Para que o Interior funcione, será preciso mostrar a Ele que a pessoa realmente QUER o controle - e somente sacrificando o que é mais importante em seu mundo objetivo, entenda você ou não, concorde ou não, não faz diferença! - que é VALOR, isto é dinheiro, seu Interior não responderá, porque entenderá que não há real interesse. Assim, improdutivos não poderão ter sucesso. O sucesso acontecerá na proporção direta do valor sacrificado. Quem sacrifica pouco valor (mesmo num alto percentual), pouco terá como resposta e quem investir um grande valor que lhe seja um baixo percentual também terá poucos resultados. Grandes resultados virão de grandes investimentos que sejam grandes percentuais dos ganhos pessoais de produtores de riqueza.

    Por isso o sistema valoriza as pessoas realmente importantes: as que mantêm a civilização, empregados, empresários, empreendedores e investidores (negociantes, intelectuais, artistas, etc.) porque é deles o mundo, o resto é necessariamente sem direito algum, por mais que os coletivistas tentem o contrário - nunca funcionou e jamais funcionará.

    Assim, a importância desse sistema para os humanos e para o que se chama de humanidade é totalmente essencial, capital.

    Esse sistema é a coisa mais importante que se oferece aos humanos, mesmo superior à invenção da roda e à descoberta do fogo, apenas para um exemplo. Porque, mesmo sem essas invenções, uma pessoa pode ter o controle do mundo, com esse programa!

    A intenção é que, um dia, todos os humanos que o mereçam, não porque sejam bonzinhos ou tenham ajudado as criancinhas pobres de algum lugar, mas, porque produzam riqueza, que de alguma forma chegaria às criancinhas pobres. É melhor ser uma criancinha pobre em Times Square do que ser um professor na Rocinha.

    Essa empresa é uma realização de um brasileiro, carioca, realizado e apresentado no Brasil - o que engrandece nossa nação e que levará seu nome mais alto ainda, exatamente num momento em que o país cresce no cenário mundial. Considerando que o país jamais produziu nomes relevantes no campo da filosofia, da didática e muito menos no campo vivencial, um conhecimento humano inclusive, criado pelo sistema, esse produto deverá ser a realização mais importante de nosso país, em todos os tempos, de modo que todos os brasileiros possam se aproveitar e ainda todas as pessoas do mundo. Seja inteligente e venha ser mais um de seus realizados usuários! Você só tem a ganhar...

                                                                                            POR ISSO

    Todas as afirmações, seja na imprensa ou em qualquer outro meio, que possam significar depreciação do produto e que, por isso possam levar à perda de receita, porque seja propaganda negativa, seja em blogs, redes sociais, rádio, tv, internet em geral, impressos, etc., poderão levar a processos de calúnia, injúria, difamação, com a imediata solicitação junto às autoridades judiciais de pagamento por perdas e danos morais e materiais, lucros cessantes e o que for possível para que essa pessoa ou instituição pague, o mais caro possível por ter de alguma forma impedido que outras pessoas possam usar esse sistema (todas as pessoas do mundo precisam desesperadamente desse sistema!) que, por tão maravilhoso que é, tirará os humanos do limbo vivencial onde hoje vegetam - e por isso deverão merecer o maior castigo que a lei puder dar, sem levar em conta todas as óbvias reações transensoriais que o sistema puder fazer contra esses monstros.

    Todos os e-mails, formulários, comunicações que forem recebidas, referências em blogs, mídias sociais, chats, que cheguem ao nosso conhecimento, poderão redundar em processos como os referidos acima, sempre.
    Todo o uso indevido e não autorizado dos processos, das técnicas, dos nomes e marcas poderão redundar em cobranças judiciais, de indenizações porque todas as marcas são registradas, os textos do sistema são registrados no EDA.

    Todas as pessoas, instituições que nos processarem, a nosso ver, injustamente, serão imediatamente processados em retorno, pois temos certeza que estarão tentando impedir que levemos essa maravilha aos humanos, impedindo-os de terem mais vida, saúde, poder, riqueza e uma vida maravilhosa como os usuários do sistema, atualmente, têm. Nesse caso pediremos a maior indenização possível para reposição de lucros cessantes, danos materiais, morais, indenizações as maiores possíveis, por calúnia, injúria e difamação - se for o caso - porque temos certeza de que nosso programa é totalmente legal e que não atinge a ninguém, que não o deseje usar e também a quem o usa, porque defenderemos o direito de a humidade poder usar esse programa com todas as forças que tivermos.

    As pessoas e instituições devem ter certeza absoluta que de modo algum combatemos, criticamos, ou lutamos contra as instituições, sejam religiosas, acadêmicas, estatais, nem aos coletivos, as famílias nem os estados, as corporações, as categorias, mas, apenas divulgamos a realidade filosófica comprovada logicamente e racionalmente e temos certeza científica, no sentido de uma nova ciência transensorial e não apenas positiva. Por isso, todas as pessoas, de todas as institjuições podem - e devem- usar esse programa, porque esse programa nada tem a ver com as instituições - transita à parte, como a produção e venda de um picolé... como não tem nada ver com celulares ou curso de informática - que são produtos comerciais como esse.
    Esse programa, apenas, não tem nada a ver com as instituições objetivas. Seu campo é outro ("Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus"... e, "Meu reino não é desse mundo"... e ainda "Eu estou em você e você não está em Mim"... e ainda "O homem superior vive internamente"...).

    As instituições são realidades do mundo objetivo, reino do Mito dos Sentidos. Mas não é possível viver em outro lugar do que o mundo objetivo, não há outros mundos (não há planos isso ou aquilo, hécates, etc.). Assim, é perfeitamente normal que seres humanos participem das instituições do mundo objetivo - das igrejas, do estado, da academia.

    O campo de ação desse programa não é o mundo objetivo, mas a realidade fora dele - mas, ainda, real, material, física; assim, não combate as instituições do mundo objetivo, apenas relata e ensina, guia, para realidade - que não é positiva, objetiva. Não há mais dúvidas a respeito disso, para pessoas atualizadas. Qualquer pessoa, participante de qualquer instituição pode - e deve usar esse programa, sob pena de desatualizar-se no campo mais importante da vida humana, o controle dessa mesma vida!

    A diferença de esse programa ser didático, baseado em filosofia atual, pode levar a impressões errôneas. É preciso que fique bem claro que nada temos contra as instituições, para o bem de todos - porque esse programa foi feito para que todas as pessoas do planeta o usem e melhorem suas vidas, totalmente.

    Ainda, como esse programa trabalha com o Interior, pode parecer que tem algo a ver a favor ou contra tal ou qual igreja, etc., mas o sistema não é revelacional, nada tem a ver com fé ou sobrenatural, é fruto de pesquisa rigorosa, publicado, legal, com marcas registradas, um produto comercial. Espetacular, mas um produto comercial!

    Assim, envidaremos esforços para que todos que queiram, usem o sistema e melhorem suas vidas. Sem exceções.

    Da mesma forma, usaremos até o fim de nossas forças nosso direito constitucional e humano de liberdade de opinião, sobre tudo e todos, desde que não caluniemos nem mintamos, nem difamemos pessoa ou instituição alguma, mas lutaremos pelo direito de ensinarmos o que aprendemos.

    Por outro lado, qualquer pessoa, instituição, empresa que se sentir ofendida, atingida em seus direitos por qualquer coisa nesse sistema, por favor, entre rapidamente em contato e explique-nos o que acontece, que faremos o que for possível para resolvermos rapidamente qualquer caso - não temos nenhuma vontade de atingir, ofender, prejudicar, ferir direitos, posses, moral, ou o que quer que seja, de qualquer pessoa ou instituição - nossas intenções são fazer do mundo atual, o prometido paraíso tanto por antigas tradições, ideologias - e, para isso, esperamos que todos entendam nossos propósitos e entendam que não combatemos nenhuma instituição, crença, religião, ideologia, estado. Ao contrário desejamos que todos os participantes dessas instituições usem, o mais rápido possível esse programa, porque, assim, tudo melhorará, inclusive nosso combalido planeta... Que fique claro que não estamos fazendo nenhuma revolução, que não pregamos a desobediência civil e nem desobediência alguma - muito pelo contrário, o programa é o que se diz popularmente como "careta" e "conservador" - não estamos subvertendo coisa alguma, apenas ensinamos uma filosofia proprietária que tem pontos de concordância com a maioria dos livros sagrados, com a maior parte da ciência moderna, em sua física. Se você sentir-se atingido ou entender que sua instituição, empresa, etc., tenha sito atingida ou prejudicada por nós, antes de tudo, entre em contato para resolvermos tudo rapidamente. Seus direitos serão totalmente respeitados, assim como sua moral, seus ganhos, assim como esperamos que todos respeitem os nossos. Se por algum acaso eu ofender seus direitos autorais, quaisquer que sejam, por favor, entre em contato que retiraremos o material ofentiso, sem discutir.

   

    O sentido filantrópico, benemerente e filosófico original do sistema foi registrado no cartório do 2o. Ofício de Notas do Rio de Janeiro, em 2005 e rege os princípios do sistema.
    Empreendimento AGGM é uma empresa legal (MEI), localizada no Rio de Janeiro. A empresa apenas produz o software, quem vende o produto é o professor Almar®, na qualidade de profissional liberal autônomo localizado no Rio de Janeiro, RJ. Quando adquirir o produto receberá o CNPJ da empresa, as inscrições municipais e estaduais e o NIT do professor - não é possível colocar esses números na internet.
    A identidade e as referências pessoais do professor Almar, também, aí, serão apresentadas, não antes - a insegurança da internet não o permite.
    Você só terá acesso ao produto depois de ler e de aceitar um contrato legal quanto ao produto, online.
    O software é registrado no INPI.
    Todas as marcas são registradas no INPI, todos os textos têm direitos autorais garantidos em todos os países.
    O professor Almar é professor registrado no MEC, suas músicas registradas, é músico registrado na OMB, artista plástico com obra catalogada no MNBA, artesão, editor, jornalista independente com registro estadual, editor registrado, sua obra está registrada no EDA, na Biblioteca Nacional, tem ISBN, a técnica da Reprogramação Pessoal está registrada no EDA e é profissional autônomo (Terapeuta Holístico e Professor), tem alvará de licença para localização (o que lhe permite também o trabalho na internet) como Terapeuta Holístico no Município do Rio de Janeiro, RJ, é terapeuta sindicalizado e filiado ao SINTE, à ABRATH, ao Sindicato Nacional dos Compositores.

    O professor Almar é pessoa física íntegra, sem antecedentes negativos, com CPF regular há 50 anos, sem cadastros negativos nos orgãos recorrentes  (SPC. CERASA, ficha policial limpa), paga todos seus impostos conforme a lei e realiza seu trabalho conforme as leis estaduais, municipais e federais - seu trabalho é previsto no Novo Código Civil Brasileiro, na Constituição Federal, é protegido pelas leis do Direito Autoral.

    O professor Almar é formado em faculdade de filosofia, apresenta um vasto currículo com muitos cursos nessa área, em artes, em música, em literatura. É editor registrado, músico registrado na OMB, obra plástica catalogada no MNBA, compositor sindidalizado, terapeuta holístico sindicalizado, professor aposentado do Estado do Rio de Janeiro RJ, Brasil, em duas matrículas, obras publicadas com ISBN e registradas no EDA, a técnica da Reprogramação©™® registrada no EDA, o programa Reprogramador Pessoal, como software, registrado no INPI, os nomes Reprogramador Pessoal©™® , Reprogramação Pessoal©™® , Leituras de Programação, Sofia do Paradoxo e outras do sistema são marcas registradas. O professor é brasileiro de 400 anos (sua família, no Brasil, foi fundada na Capitania Hereditária de Pernambuco, no início da colonização), por outra parte de sua família descende de D. Affonso Henriques, o fundador de Portugal  de D. Dinis, o fundador da literatura portuguesa, da escola de Sagres, da Biblioteca de Lisboa, parente em quinto grau de Pedro Álvares Cabral (de Gouveia), por parte de mãe, em quinto grau, de Joaquim José da Silva Xavier. Descendente de índios, negros e portugueses, sendo, por isso, puramente brasileiro, apesar sua aparência européia, é puramente um mestiço brasileiro - orgulhosamente... Carioca, filho de nordestino e de mineira, nascido na Zona Sul do Rio, radicado na Zona Oeste por escolha de segurança - é, talvez, o endereço mais seguro do país...!

    O sistema foi criado a partir de 1965, sendo efetuado, em termos formais, a partir de 1982, com cursos abertos desde então. Hoje, não há mais cursos ao vivo, fisicamente abertos ao público, todo o programa é oferecido apenas pela internet, apenas somente online. Há um pequeno grupo de antigos alunos que trabalham como voluntários, com ele, a partir do registro de sua obra.

    Empreendimento AGGM é a firma que apresenta o software e dá base legal ao programa e ainda oferece suporte para o trabalho didático e de terapia holística que o professor oferece aos alunos usuários.

    Todas as características pessoais do professor Almar e da empresa (CNPJ, endereço, etc.) são dadas aos usuários que as desejarem, depois de identificados por formulário.

    O Reprogramador Pessoal©™® é realidade e vendido aos usuários  apenas online, sem nenhum contacto físico pessoal ao vivo. Não há outra opção.

DIDÁTICA

    O programa é didático (além de ser psicoterapia holísica) e constitui-se de uma aula em texto (ou em áudio ou em vídeo) de sofia* (filosofia do paradoxo) mensal, com  exercícios online, eventuais e não garantidos pelo contrato, que garante apenas a aula online . Não há feedback, ou perguntas e respostas - é uma via de mão única - um produto muito especial, para pessoas muitíssimo especiais. Não há nenhuma garantia quanto ao sucesso em realizações pessoais a partir da teoria - porque somente o aluno pode consegui-lo - o programa (e o professor) não possuem nenhum controle sobre tanto a aprendizagem como em relação às eventuais realizações possíveis, mas não garantidas - isso é impossível, como em todo processo de ensino aprendizagem. Principalmente, aqui, onde o ensino não existe e só há aprendizagem - por conta exclusiva do aluno, perante a aula recebida, sem a presença  virtual  do professor. Como o processo é didático - aula - não pode haver devolução de dinheiro, pois isso não acontece com produtos didáticos ou aulas.

  POESIA, ARTE GAME

    A propósito: VOCÊ ESTÁ COMPRANDO UM GAME E POSEIA. ARTE. DIDÁTICA. FILOSOFIA. Não é um sistema referencial e cognitivo como uma cirurgia médica ou um conserto de um carro. Exige uma visão sensível e não positiva, material. Exige uma visão não absoluta - a aceitação disso é contratual.  Mais ainda: não existe reclamação ou devolução do dinheiro quando você compra um game ou um livro de poesias...

    É assim contratualmente e não pode ser diferente, pela própria estrutura do produto que não é positivo, material - mas didático, filosófico, poético, transensorial - você tem de entender e aceitar isso - ou não deve usar - esse produto é uma coisa muito nova, não usado até hoje em todo o mundo. É diferente, muito, demais.

    Se não gosta disso, não compre!

    Todo o produto é regido exclusivamente pelas normas da sofia do paradoxo, constante nas obras "Livro",  "O grande paradoxo do universo" "O paradoxo em gráficos", "Liberdade" e outros, editados pelo criador desse sistema e com exemplares na Biblioteca Nacional (e não pelas regras e normas da ciência acadêmica ou de qualquer das instituições positivas, materialistas atuais.) - o aluno terá acesso livre a essas obras e outras, online sem custos, depois que estiver no sistema, ou seja, que for aluno do programa Reprogramador Pessoal, na versão paga, com o preço básico e estando em vigor seus pagamentos. Também poderá, eventualmente, adquirir esses livros no site de usuários, site esse a que se acessa apenas com o programa, em diversos endereços, na WEB, diferentes, para garantia do aluno.

PARA USAR SERÁ NECESSÁRIO QUE ENTENDA E ACEITE, CONTRATUALMENTE:

    O fato de o professor ser o teórico intermediário entre você e seu interior não tem nada de excepcional. Ao contrário, já foi padrão no magistério, um dia, mas totalmente esquecido, hoje.
    Antigamente, na primeira metade do século XX - e em todo o século XIX, essa era a função de todos os professores, antes de se transformarem em profissionais do ensino, em operários da educação, antes de se tornarem socalizadores e terem tentado "descer ao nível do aluno". Quando o fizeram, perderam exatamente a capacidade de guiar o aluno em busca de sua realidade interior - algo que nem era discutido pelos antigos professores. Assim, o que o professor Almar alardeia, tecnicamente falando é que ele é realmente um
professor na acepção maior da palavra. E isso, certamente, não o coloca como responsável por sua aprendizagem, como acontece nas escolas sociais de hoje. Aqui, por contrato, o único responsável por sua aprendizagem é você - e consequentemente, o único responsável por qualquer resultado advindo do uso do que aprende, princialmente através dos exercícios que são as reprogramações e as leituras de programação.

    Em suma, não é o professor e nem o programa que realiza alguma coisa, nem mesmo a aprendizagem, nem os possíveis resultados de transformação de sua realidade, mas o responsável é você e, como em todo o processo real de ensino - aprendizagem, a responsabilidade do sucesso é do aluno. Os resultados demonstrados pelos alunos nos depoimentos são conseguidos pelos próprios alunos, com a eventual - mas não obrigatória - intermediação conseguida por ele, mas não pelo professor.

REPROGRAMAÇÃO   PESSOAL

    Tecnicamente falando, o programa é uma aula de filosofia e a reprogramaçãp pessoal, as leituras de programação são exercícios de fixação que podem dar magníficos resultados mas são, tecnicamente, exercícios de fixação, não "magias" ou semelhante, ainda que o sistema brinque com isso, colocando imagens de gênios e bruxinhas. Pura piada.

    Não há feedback. Não há perguntas e respostas, como nas escolas convencionais.  Esse programa é uma via de mão única, como, por exemplo, um filme didático na TV ou no cinema. Não haverá perguntas e muito menos respostas. A intenção do programa é alcançar milhões de pessoas, talvez bilhões. Por isso, a maior parte do retorno do numerário é imediatamente reinvestida na divulgação do sistema, para que mais e mais pessoas conheçam o Reprogramador e melhorem suas vidas. Melhorando-as, melhoram o mundo e talvez salvem nossa civilização do rol de perigos que enfrenta (Por que então não se fez uma ONG? Porque não seria ético. E uma ONG, a fim, pertence ao estado, uma empresa não. Não posso abrir mão do sistema, é valioso demais. Tem de ser empresa com lucro: eu reinvisto e pronto.) Esse programa é realmente um trabalho benemérito e filantrópico porque promove a melhoria de cada indivíduo produtivo, em termos de seu interior e não de coletivos - que não existem). Assim, será impossível responder às perguntas dos alunos porque será tecnicamente impossível e filosoficamente indesejável mesmo inadmissível. Até porque a experiência didática mostrou que as perguntas são inúteis. Em geral apenas servem para elevar o ego do aluno e mostrar que ele é interessado, que sabe mais que o professor, etc. Aqui não existem.

NÃO HÁ PERGUNTAS E RESPOSTAS E NEM COMUNICAÇÃO COM O SISTEMA

   NÃO HAVERÁ PERGUNTAS E RESPOSTAS EM HIPÓTESE ALGUMA, O PROFESSOR APRESENTA A TEORIA E VOCÊ PÕE EM PRÁTICA  - E CONSEGUE - OU NÃO. NÃO SERÁ DIFERENTE. Se não aceitar que seja assim, por favor não compre. Isso é cláusula contratual.

    A neurociência descobriu que o feedback é inútil (cf. estudo da GE publicado em  Harvard Business Review, citado por  Charles Jacobs em A Nova Lógica (Incoerente) da Administração) e que só atrapalha - em geral o feedback traz resultados contrários ao que busca. O aluno que realmente desejar aprender o fará por sua conta e risco e  não será uma resposta que mudará isso: as respostas às perguntas apenas atrapalham - aqui não haverá isso. É uma avenida de mão única - se desejar usar  esse programa terá de entender e aceitar isso, por contrato.  Porque essa opção tem base prática, teórica e científica. Mas a opção por não responder perguntas baseia-se em 40 anos de uso da sala de aula, pelo professor, que mostram que as perguntas do aluno que, teoricamente não entendeu, são apenas uma questão de exaltação de ego e nada mais - e atrapalha o andamento da aula, etc. Não funciona - o bom aluno estuda por si mesmo e independe de um professor, para realmente aprender precisa que se lhe dê conteúdo que possa usar e aprender pelo próprio interesse da pessoa [alunos desinterassados não terão sucesso aqui, de qualquer modo] - as perguntas e respostas são inúteis e por isso não serão usadas aqui. Além do mais, o princípio de não contato durante o uso do programa é apenas administrativo e lógico, não seria possível dar atenção individual a milhares de pessoas, a não ser em termos de engano - quando você compra um anti-vírus não fica se comunicando com o programador do anti-vírus sobre o desempenho dele {até porque não há como fazer isso... funcionalmente, o máximo que terá será um suporte com um funcionário subalterno, nunca com o programador do anti-vírus...} - você usa ou não, aqui é a mesma coisa. Mas o motivo principal para não haver contato é que isso foi tentado por trinta anos e simplesmente não funcionou atrapalhou a funcionalidade do sistema. Mas uso à distância teve resultados eficientes e por isso o sistema passou a ser feito assim, agora. Não há feedback, nem perguntas e respostas e nem contato com o sistema durante o uso do programa. É cláusula contratual.

 

    Se seu caso é conversar, sugiro um dos milhões de chats, uma esquina de rua movimentada, um bar, uma rave; se seu caso é ter amigos: redes sociais... Aqui é diferente. Não nos encontrará lá... Nem em lugar algum. Isso não interessa.

                                                                           A TEORIA NÃO ESTÁ EM DEBATE

    A TEORIA NÃO ESTÁ SENDO POSTA EM DISCUSSÃO. A teoria não está em debate. O produto é vendido como um sistema acabado, fechado. As aulas são a própria explicação e não há nenhuma discussão a respeito. Você aprende e se transforma - ou não. É assim que funciona.

 

    Todos os resultados apresentados pelos alunos que freqüentaram, um dia, o sistema, que escreveram no Livro Preto (cópias), são conseqüências do que aprenderam nas aulas e do apoio didático do professor, como referido aqui, em relação aos professores dos tempos em que eram mesmo professores, no sentido tradicional do termo - técnicas que são usadas ainda pelo professor e impossíveis de serem executadas em tempos de coletivismo acerbado, que voga no magistério mundial.
    Os textos e depoimentos dos alunos são demonstrações de sucesso pessoal. Algo mais ou menos como se, num curso de língua estrangeira, um aluno fosse ao país do exterior, fizesse muito sucesso e relatasse isso por escrito. Um curso de inglês espera que todos os alunos aprendam inglês, mas é sabido que, na prática isso não acontece - sempre há os que não aprendem, pelos mais diversos motivos, mas o principal é que a aprendizagem e o sucesso na prática da teoria é responsabilidade exclusiva do aluno e não do professor - por isso existia a reprovação, que significa apenas que o aluno não havia conseguido e a jubilação, que dizia que ele tinha de procurar outra praia.

    Mas aos bons alunos, o céu é o limite. Se realmente decidir-se e se tiver grande vontade de controlar sua vida, conseguirá - mas por sua única resposta e trabalho.

 

NÃO HÁ INTENÇÃO DE TRANSFORMAÇÕES SOCIAIS, POLÍTICAS, OBJETIVAS OU POSITIVAS, COLETIVAS - OU INDIVIDUAIS!

    A teoria aqui apresentada, de forma alguma busca transformações na sociedade, na dita humanidade, não busca exercer influências políticas (políticos que usarem essas idéias em suas plataformas são loucos!), não pretende fazer revoluções de espécie alguma, não quer realizar transformações objetivas, positivas de espécie alguma, até porque ensina que elas são inúteis e transitórias - alguém conhece as políticas de UR, na Caldéia?... - a filosofia (Sofia do Paradoxo®©) apenas embasa um produto comercial, didático, de uso estritamente individual e pessoal e nada mais.

    Nem oferece transformações pessoais, mudança de paradigma, não promete curas, soluções, apenas apresenta a noção da realidade a partir da filosofia que embasa o sistema (Sofia do Paradoxo®©) e promove exercícios necessários (Reprogramações®© e Leituras de Programação®©) para fixação do aprendizado, o uso desse conteúdo sempre será por conta e risco do aluno que, obviamente, poderá usar ou não o que aprendeu, livremente.

    Finalmente, este não é um programa inserido no estabelecido socialmente e nem dentro de ciência positiva, assim você não poderá usar argumentos positivos, sociais para reclamar desse sistema, pois, para usar deverá entender que ele acontece fora dessas instituições porque não pode se diferente. Se usar o programa, terá aceito isso, tacitamente.

    O programa é oferecido restritamente dentro dessas condições.

    Repetindo: se não gostar do programa, se não concorda com ele, não o use. Por favor.

                  -----------------------------------------

  * - sofia®©: nova disciplina que descreve a realidade no sentido transensorial® ©* e não apenas positivo.

  * - transensorial®© -diz-se do que, ainda que real, físico e mesmo material, não pode ser captado pelos sentidos, devido à precariedade dos sentidos objetivos. Não confundir com transcendental (o que transcende os sentidos), ou mesmo com espiritual ou espiritualista. O que seja transensorial®© existe concretamente, realmente, fisicamente, apenas os sentidos físicos não possuem condições ou estruturas suficientes para perceber o que seja transensorial®©.

 

 

ESSE PRODUTO NÃO CONCORDA COM MUITAS DAS PROPOSTAS DA CIÊNCIA ACADÊMICA OFICIAL. PARA USÁ-LO, VOCÊ TEM DE CONCORDAR QUE ESTÁ USANDO UM PRODUTO FILOSÓFICO ESPECULATIVO, QUE NÃO ESTÁ INSERIDO NA CIÊNCIA ACADÊMICA OFICIAL, QUE NÃO É RECONHECIDO PELO ESTABELECIDO SOCIAL. TEM DE ACEITAR QUE É UM PRODUTO DIDÁTICO, ISTO É, QUE ENSINA UMA FILOSOFIA ALTERNATIVA NÃO RECONHECIDA PELA ACADEMIA E QUE APENAS ENSINA - NADA MAIS. TODOS OS EVENTUAIS SUCESSOS COPIOSAMENTE MOSTRADOS NO SITE E EM TODA A PROPAGANDA SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DOS USUÁRIOS, EVENTUALMENTE DURANTE O USO DO APRENDIZADO. AFIRMAÇÃO DA INTERMEDIAÇÃO DO PROFESSOR ALMAR, NÃO É ALGO RECONHECIDO PELA CIÊNCIA ACADÊMICA E NEM PELO ESTABELECIDO SOCIALMENTE, VOCÊ TERÁ DE ACEITAR ISSO SE COMPRAR O PRODUTO E QUE, POR ISSO, INCLUSIVE A APRENDIZAGEM, É SEM GARANTIA ALGUMA, POR SUA CONTA E RISCO, NA MEDIDA EM QUE SE AFIRMA QUE O PROGRAMA TEM CONOTAÇÕES DE ARTE E JOGO, LÚDICO - AINDA QUE SE AFIRME QUE SEJAM PERFEITAMENTE POSSÍVEIS ESSES SUCESSOS, INCLUSIVE COM EXEMPLOS DISSO DECLARADOS POR ALUNOS, ESSA GARANTIA NÃO EXISTE PORQUE AS PESSOAS SÃO DIFERENTES E PORQUE NÃO SE PODE CONTROLAR AS CONDIÇÕES E O PRÓPRIO USO, QUE SE FAZ À DISTÂNCIA PELO ALUNO, CONFORME OS REQUISITOS. AO COMPRAR O PRODUTO VOCÊ ESTÁ ACEITANDO TUDO ISSO ACIMA. POR CONTRATO.